OLARIA VENDEU MUITO CARO PARA O VASCO O TITULO DE BICAMPEÃO DA COPA RIO DE FUT7
19/05/2016 23:47 em Destaque

Olaria perdeu para o Vasco por 4 a 3 nos shoot-outs, após 2 a 2 no tempo normal

 

Em um jogão na noite desta quarta-feira (18), na Arena Akxe, Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, o Vasco venceu o Olaria por 4 a 3 nos shoot-outs, depois de 14 cobranças e um empate em 2 a 2 no tempo normal da final da Copa Rio de Fut7. Com a vitória, o Gigante da Colina conquistou, de forma invicta, o título de bicampeão da competição.

 

O jogo começou com o Vasco melhor em campo e tendo mais chances de perigo. Ao três minutos de partida, Dani Miranda chutou forte da entrada da área, Guilherme espalmou e Zé Renato chutou para fora no rebote, desperdiçando o primeiro ataque do Gigante da Colina. Dois minutos depois, Wruck recebeu passe na ala direita, driblou o marcador e chutou forte, a bola explodiu na trave e assustou a equipe do Olaria, que não atacava e marcava o Vasco muito forte em seu campo de defesa.

 

O Gigante da Colina seguia com a pressão inicial e o Olaria com a forte marcação que até o momento dava resultado. Aos oito, Wruck arrancou pela esquerda e passou para Dani Miranda, que chutou colocado, assustando o arqueiro do Olaria, Guilherme, que em golpe de vista olhou a bola saindo pela linha de fundo.

 

Até os 15 minutos da primeira etapa, o Olaria não havia abdicado de sua postura defensiva e em nenhuma oportunidade chegou ao gol cruzmaltino para assustar o goleiro Igor Lourenço. Dois minutos depois, aos 17, na primeira falta da partida, Diegão chutou forte e Fabinho cortou antes de chegar no gol, ligando rápido contra-ataque para o Vasco, e após passe de Calvin, o mesmo Fabinho chutou forte e Guilherme fez boa defesa para o Olaria.

 

Com a equipe da Rua Bariri muito fechada em seu campo de defesa, o Vasco criou mais oportunidades de gol, teve mais posse de bola, contudo não conseguiu tirar o zero do placar na primeira metade da grande final da Copa Rio.

 

O segundo tempo começou muito diferente. Aos 30 segundos, Leo recebeu passe na ala direita e chutou forte obrigando Igor Lourenço a fazer grande defesa espalmando para escanteio. Na cobrança do escanteio, Leo desviou a bola no meio da área e abriu o placar da partida: 1 a 0 Olaria.

 

O gol fez o Vasco acordar na partida e, aos três minutos, Deco tabelou com Leno, que aproveitou o gol vazio e empatou a final na Arena Akxe: Vasco 1 x 1 Olaria. Seis minutos depois, aos nove, Pedrinho fez lindo passe para Alan, que driblou o goleiro Igor Lourenço, mas desequilibrado chutou para fora.

 

Depois do gol de empate, o Vasco voltou a pressionar como já havia feito no primeiro tempo e o Olaria se fechou novamente no campo de defesa. Aos 15, Wesley driblou o marcador e chutou forte de perna esquerda, assustando o goleiro do Olaria.

 

Três minutos depois, Zé Renato recebeu passe na ala esquerda, girou em cima do marcador e bateu cruzado, estufando as redes do goleiro Guilherme: 2 a 1 Vasco. Contudo, aos 20, Paulão foi lançado na direita, dominou e bateu cruzado rasteiro para empatar a final, 2 a 2.

 

Sem mais nenhum lance de perigo, a partida foi encerrada com o empate em 2 a 2 aos 25 minutos de segunda etapa e o título da Copa Rio de Fut7 2016, foi ser decidido nos shoot-outs, com três cobranças para cada equipe.

 

O Olaria começou cobrando com Alan, que abriu o placar da disputa: 1 a 0 Olaria. Em seguida, Wruck cobrou para o Vasco e perdeu. Com a vantagem, Max pegou a bola e foi para cobrança a favor do Azulão, Igor Lourenço defendeu e seguiu 1 a 0 para o Olaria. O segundo a cobrar pelo Vasco foi Calvin que também desperdiçou, na sequência o Olaria também perdeu com Aberle e a disputa permaneceu 1 a 0 para o time da Bariri. Não podendo perder, Wesley cobrou, marcou para o Vasco e empatou a série de três para cada em 1 a 1. Na primeira cobrança das alternadas Peter cobrou e fez o gol para o Olaria, assim como Igor Brum para o Vasco, 2 a 2. Em seguida, Pagodinho pelo Olaria e Zé Renato pelo Vasco desperdiçaram. Na sexta cobrança para ambas as equipes, Paulão, para o Azulão e Dani Miranda, para o Gigante da Colina marcaram: 3 a 3 no placar.

 

Na sétima cobrança da série, o fim da partida. Leo Garcia cobrou para o Olaria e Igor Lourenço defendeu. Na sequência, Dabá bateu para o Vasco fez 4 a 3 no placar da disputa de shoot-outs e deu ao Vasco, o título de bicampeão da Copa Rio de Fut7, de forma invicta.

 

Fonte: jornalF7

Foto: Leonardo Santos

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Portifólio